Assine e receba nossos artigos Assinar

Confira recomendações e análises vigentes a partir de 19/03/2021.

A semana foi de muita expectativa para os investidores no mercado financeiro que aguardaram as decisões de política monetária de Bancos Centrais pelo mundo, com destaque para o Federal Reserve (FED) nos EUA, BC da Inglaterra (BOE), BC do Japão (BOJ) e BC do Brasil com a reunião do Copom.

O FED manteve inalterada sua taxa de juros entre 0% e 0,25% ao ano e reafirmou sua política de estímulos à economia em meio à crise do coronavírus.

A autoridade também alterou suas previsões com alta na expectativa de crescimento para 6,5% em 2021, ante 4,5% esperados anteriormente. Já o ritmo de altas de preços deve agora superar a meta de 2% do Fed para o ano, atingindo 2,4% antes de cair de novo em 2022. Entre os investidores, a inflação reacendeu a discussão sobre um aumento do juros antes do fim de 2023, gerando volatilidade nas taxas de juros dos Treasuries.

No Brasil, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central elevou a taxa básica de juros em 0,75 ponto percentual. Com isso, a Selic subiu para 2,75% ao ano. Apesar do consenso na expectativa do mercado de que haveria alta dos juros, o valor surpreendeu. As apostas convergiam, majoritariamente, para 0,5% ponto percentual. A alta interrompeu a manutenção da taxa na mínima histórica de 2% a.a, patamar da Selic desde agosto do ano passado.

Além do avanço da crise sanitária e o atraso na vacinação da população brasileira, que aumentam as incertezas do cenário econômico nacional, a alta dos juros básicos acontece em meio ao maior patamar das projeções para a inflação de 2021. Dando continuidade à retirada do estímulo monetário, o Copom prevê nova alta, de mesma magnitude, na próxima reunião.

No acumulado dos últimos 12 meses, a Carteira Semanal Top 5 Terra apresenta valorização de 121,31% ante o Ibovespa com alta de 71,67%.

Para a próxima semana, nossa carteira segue sem alterações. Lembramos que as alterações somente são feitas quando a ação atinge preço alvo ou quando surgem outras oportunidades mais estratégicas. 

Post_recomendação_Semanal_19_03

Notícias importantes da semana

  • Número de mortos no país cresce a cada dia. Nesta sexta-feira (19/3) foi registrado o 20º recorde seguido na média móvel de mortes por covid em 7 dias.

  • Guedes informa que se pandemia perdurar além dos quatro meses do auxílio emergencial, governo terá que examinar eventual continuidade do benefício.

  • Guedes voltou a mencionar Renda Brasil para substituição do Bolsa Família durante entrevista.

  • Cardiologista Marcelo Queiroga, presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia, é nomeado o quarto Ministro da Saúde do governo de Jair Bolsonaro.

  • Comissão Arns e a organização não governamental Conectas denunciaram o governo Bolsonaro por “devastadora tragédia humanitária” durante intervenção no Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas, em Genebra.

  • Brasil tem novo recorde de mortes em 24h no dia 16/3 com 2.798 óbitos.

  • Cerca de 54% da população avalia a gestão de Bolsonaro como ruim ou péssima, com 43% indicando Bolsonaro como o principal culpado pela situação da pandemia do país.

  • Guedes se reúne com Lira para discutir tramitação da reforma administrativa, que deve ser anunciada em breve.

  • Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos decidiu incluir a Eletrobras, os Correios e a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) no Programa Nacional de Desestatização.

  • Representantes da Sputnik V se reuniram com a Anvisa para discutir detalhes da documentação necessária para pedir o uso emergencial do imunizante.

  • São Paulo e Rio adiantarão feriados para tentar conter o Coronavírus. Covas anunciou que três “hospitais de catástrofe” serão destinados exclusivamente a pacientes de Covid e que serão criados 640 leitos.

  • O senador Major Olímpio, de 58 anos, teve morte cerebral confirmada por médicos na quinta-feira, após ficar internado e entubado devido ao coronavírus.

  • Ministério Público Federal pretende investigar distribuição de máscaras impróprias pelo Ministério da Saúde para o uso em hospitais, para servidores que trabalham na linha de frente da pandemia.

Quer receber a Carteira em seu e-mail?

Para receber a carteira semanal e outras carteiras recomendadas em primeira mão, abra sua conta na Terra Investimentos sem nenhum custo. Para saber como funciona a Carteira Semanal, aqui neste link tem mais informações. Se tiver alguma dúvida, é só escrever nos comentários. Conte conosco!

#VamosJuntos

Disclaimer

  • Rentabilidade obtida no passado não representa garantia de resultados futuros.
  • A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos.
  • O investimento em ações não é garantido pelo FGC (Fundo Garantidor de Crédito).


Graduado em Estatística pela Unesp (Universidade Estadual Paulista), Régis Chinchila é Analista de Investimentos da Terra desde 2015, sendo responsável por diversas Carteiras Recomendadas (entre elas, a famosa Carteira Semanal de Ações). Atua no mercado financeiro desde 2001 com experiência profissional em consultorias financeiras e corretoras de valores. Possui certificação CNPI desde 2005 pela APIMEC/CVM.

Comentários

Últimos posts

Terra Investimentos

Sobre a Terra Investimentos

Com duas décadas de história, a Terra Investimentos conquistou a liderança no mercado agro e expandiu sua atuação no mercado financeiro e de capitais.

Atuamos na intermediação, negociação, originação e distribuição de produtos de renda fixa, renda variável, títulos públicos e privados, fundos de investimentos, derivativos, serviços fiduciários, assessoria de investimento, câmbio, seguros e previdência, HFT (High Frequency Trading), entre outros voltados a pessoas físicas e clientes institucionais.

Assine nossa newsletter