Entenda por que muitos dos traders não ativaram o RLP.

O RLP (Retail Liquidity Provider) foi implementado no Brasil em 2019, permitindo que as negociações tivessem passagem rápida pelas corretoras, movimentando o mercado de forma ágil antes mesmo de chegarem à B3.

Apesar de ser um mecanismo que beneficia o trader, o RLP tem dividido opiniões. Logo que foi implantado no Brasil, gerou muita confusão e desinformação, o que pode atrapalhar seus investimentos.

Pensando nisso, preparamos um conteúdo exclusivo sobre mitos e verdades que cercam o assunto.

Mas antes de nos aprofundarmos neles, vamos recapitular sobre o que é e como funciona o RLP.

Afinal, o que é o RLP?

Na tradução da sigla, o RLP significa “provedor de liquidez para o mercado”, o que garante que, nas negociações a mercado, o valor das operações de compra e venda sejam sempre melhores que o Book de Ofertas.

Trata-se de um modelo de ofertas, válido apenas para o lado agressor, que acaba garantindo um melhor preço e agilidade na negociação sem que haja necessidade de fracionamento.

Desenvolvido com o intuito de otimizar as negociações provendo maior liquidez no mercado, o RLP tem sido usado por inúmeras corretoras no mundo, em especial nos EUA que já utilizam esse método desde 2012.

Como utilizar o RLP?

Como o RLP é relativamente novo no Brasil, vale destacar algumas orientações quanto a sua utilização:

  1. Apenas pessoas físicas podem utilizar esse modelo de ofertas mediante ao aceite junto à corretora de forma voluntária;
  2. Válido apenas para minicontratos de índice e dólar nessa primeira fase, limitando a 15% das operações com RLP exclusivamente;
  3. Utilizado somente em ordens agressoras a mercado com preço igual ou superior ao Book (para garantir o melhor preço).

Mitos e Verdades

Apesar de todos os esforços para garantir a implementação, existe um desafio maior a ser superado: a desinformação e o volume crescente de "experts" em investimentos que têm gerado controvérsia sobre o tema.

Por isso, decidimos elencar os principais mitos e verdades sobre uma modalidade que pode alavancar seus resultados através de negociações mais rápidas e a custos menores.

O que dizem por aí Mito Verdade
Custos ocultos de corretagem ✓ Com a aplicação do RLP, os custos de corretagem são muito menores, pois o maior objetivo das casas é o ganho pelo volume de operações, consequentemente o valor das taxas é diluído trazendo um benefício maior ao investidor.

 
Maior risco para o mercado  

✓ No sistema padrão de negociação, os "Formadores de mercado" que detêm maior conhecimento acabam se prevalecendo no momento de compra e venda.

Com o RLP eles perdem a prioridade para os investidores PF, que acabam negociando de forma muito mais pautada e garantindo as melhores condições

Utilização de robôs e estratégias automatizadas podem ser prejudicadas com a ativação do RLP   ✓ As estratégias automatizadas garantem que as operações ocorram no menor tempo possível e buscando sempre as melhores condições de preço. Com o RLP ativado, a tendência é de potencializar ainda mais os resultados, visto que não haverá necessidade de fracionar a operação e nem de calcular preço médio, sendo assim um forte aliado.

 
Diminuição do volume de ofertas

✓ Como a premissa do RLP é de garantir maior liquidez, o que significa aumentar o volume de negociações, a ativação do RLP dará maior fluidez para o mercado. Assim sendo, a lei da oferta e procura acaba sendo benéfica ao investidor, visto que os formadores de mercado terão maior volume de interessados. Consequentemente, se há um volume maior de agressores, a oferta tende a aumentar, permitindo que o mercado ganhe velocidade e preços melhores.

 
Perco dinheiro com o RLP ativado? ✓ O mercado financeiro oferece riscos pela sua própria natureza de oscilações e variáveis do mercado, mas eleger como culpado o RLP é um grande erro. Tal mecanismo só tem função de otimizar o tempo e preço das operações. Caso fosse algo que trouxesse dano ao investidor ou forma oculta de lucro para as corretoras, certamente não seria algo limitado a 15% das operações, concorda?

 

 


Conclusão

Baseado nessas informações, conseguimos perceber que o grande motivo pelos quais os traders não têm ativado o RLP consiste na desinformação e é por isso que a Terra Investimentos preparou um conteúdo exclusivo chamado "Especial RLP" composto de e-book, vídeos e artigos.

Enquanto o RLP está sendo minuciosamente analisado e auditado, vale lembrar que a sua ativação não é compulsória, ficando a critério do cliente a sua ativação. Contudo é importante lembrar que cabe exclusivamente a você analisar os prós e contras para os seus objetivos como investidor.

O que podemos afirmar é que existem inúmeras fontes de conhecimento que abordam o tema de forma pautada e segura para que você se sinta seguro na hora de tomar uma decisão.

Por isso, busque fontes confiáveis, preferencialmente nas corretoras e na própria B3, pois da mesma forma existem informações controversas e equivocadas que podem, no final, afetar não apenas a sua decisão, como o seu patrimônio.

Caso tenha alguma dúvida, é só escrever para a gente nos comentários!

#VamosJuntos

 

Comentários

Posts Relacionados

Terra Investimentos

Sobre a Terra Investimentos

Com duas décadas de história, a Terra Investimentos conquistou a liderança no mercado agro e expandiu sua atuação no mercado financeiro e de capitais.

Atuamos na intermediação, negociação, originação e distribuição de produtos de renda fixa, renda variável, títulos públicos e privados, fundos de investimentos, derivativos, serviços fiduciários, assessoria de investimento, câmbio, seguros e previdência, HFT (High Frequency Trading), entre outros voltados a pessoas físicas e clientes institucionais.