Blog

Blog >> Crédito: como usá-lo de forma consciente?

Crédito: como usá-lo de forma consciente?

Fazer empréstimo, financiamento e parcelamento, bem como usar cartão de crédito ou cheque especial requerem cuidados para sua saúde financeira.

No Dia do Consumidor, propomos uma reflexão oportuna sobre consumo consciente.

Muito se fala em crédito, mas você já parou para refletir sobre o que isto significa?

A palavra “crédito” tem sua origem nas expressões “crer”, “acreditar”. Por isso, bancos, lojas e empresas “acreditam em você” na hora de emprestar dinheiro, contando com a segurança de que irão receber o dinheiro de volta. Quanto maior a confiança neste retorno, menor a taxa de juros cobrada.

Para exemplificar, podemos pensar naquele parente próximo que te pede um dinheiro emprestado. Você ajudaria? (…) Você deve ter pensado: “se ele for de confiança, eu empresto”.

Muito bem. Agora imagine como os bancos e o comércio – que não têm nenhuma relação de confiança com as pessoas que pedem dinheiro emprestado – analisam se podem ou não emprestar os recursos.

Como as instituições definem se emprestam dinheiro para você?

Para resolver a situação e ajudar quem precisa, o mercado criou a análise de crédito, um conjunto de regras que ajudam as empresas a acreditar que um consumidor será um bom pagador.

Essas regras podem variar de acordo com o banco ou a empresa que fornece o crédito. Diferentes empresas usam diferentes informações e critérios para decidir se dão crédito ou não para um cliente.

Vamos conhecer agora as três formas mais comuns de análise de crédito:

  1. Informações internas
    Algumas empresas usam dados internos, ou seja, se você vai a uma loja comprar um sofá parcelado, ela vai pesquisar se você já foi cliente no passado e se pagou em dia por outros produtos que comprou.
  2. Informações sobre dívidas não pagas
    Este tipo de dado está em bancos de dados de proteção ao crédito, como Serasa, que reúnem diversas informações sobre as dívidas dos consumidores no Brasil. Existem estudos que mostram que as pessoas que apresentam dívidas vencidas e negativadas têm menos chances de honrar seus compromissos financeiros.
  3. Score de crédito
    “Score” em inglês quer dizer “pontuação”. Todo consumidor tem seu Score, que é uma nota que vai de 0 a 1000 e serve para informar ao mercado quais são as chances de você pagar ou não uma dívida nos próximos 12 meses. Esta nota é calculada com base na sua história de comprador, podendo variar de acordo com alguns fatores: se você paga suas contas em dia, se está negativado e até a maneira como você se relaciona com as empresas.

shutterstock_433951321Agora que você entendeu o que é crédito e como as empresas analisam a credibilidade de pessoas que elas não conhecem, vamos falar nos aprofundar no assunto.

Uso do crédito

Todos já passamos por uma situação ou outra onde o dinheiro está meio apertado ou que mais crédito disponível seria a solução, não é mesmo?

Nessas situações, é comum buscarmos por opções como empréstimos, financiamentos, parcelamentos ou mesmo usar o cartão de crédito ou o famoso cheque especial.

No entanto, por conta da evidente praticidade, existe o risco de endividamento, caso o uso do crédito não seja realizado de forma consciente.

Como muitas vezes o crédito se dá em situações de emergência, nem sempre seu uso é o mais correto ou eficiente. Por isso, é fundamental utilizar os meios de crédito de forma inteligente e planejada.

Vamos explicar agora o que é crédito consciente, como usar os meios de crédito de forma planejada  e garantir a saúde financeira.

O que é crédito consciente?

Indo na contramão do uso inconsequente do crédito disponível, crédito consciente consiste no uso planejado, cuidadoso e inteligente dos recursos de crédito, visando evitar o endividamento excessivo.

Para evitar que você acabe por aumentar suas dívidas e piorar sua situação financeira, é importante que todas as operações de crédito sejam estudadas e analisadas antes de sua efetivação, tendo em vista os juros e encargos que deverão ser pagos, o que pode se transformar em uma bola de neve.

Além disso, é importante que sejam estudadas também, entre as opções disponíveis, quais são aquelas que apresentam as melhores condições para pagamento e que se encaixam no orçamento.

Também vale analisar o valor do crédito a ser adquirido, já que a tomada de crédito além do necessário pode dificultar o pagamento e transformar essa possibilidade em um problema ainda maior.

Como usar o crédito de forma consciente?

Agora que você já entendeu o que é crédito consciente, vamos finalmente compreender como usá-lo da melhor maneira. Listamos algumas dicas:

  • Pesquise as alternativas disponíveis
    Antes de contratar uma operação de crédito, seja cartão, cheque especial ou empréstimo, é fundamental analisar com cuidado as formas e opções de crédito disponíveis para você. Pesquise qual a forma de crédito que terá os melhores resultados, taxas menores ou também menor Custo Efetivo Total (CET), que é o valor total da operação de crédito ao final do período total de pagamento.
  • Escolha o crédito que cabe no seu bolso
    Também é importante que o crédito contratado caiba no orçamento, ou seja, que as parcelas e custos não atrapalhem sua situação financeira, gerando a dependência de novos empréstimos. Pense que o crédito contratado deve ter uma finalidade determinada e atender a uma necessidade específica, para que não se torne um hábito seu.

    Lembre-se: o crédito não é uma fonte de renda e não deve compor seu cálculo de orçamento ou planejamento financeiro.

  • Busque orientação para o uso do crédito
    Por último, é recomendado que você busque orientação especializada para o uso consciente do crédito, evitando que você acabe gastando demais, contratando um crédito que não precisa ou mesmo gerando novas dívidas.

Espero que este artigo tenha ajudado você a refletir sobre a importância de saber usar o crédito com responsabilidade. Ter esta consciência é essencial para nossa educação financeira! 

Quer mais dicas sobre consumo consciente?

Aqui na Terra Investimentos, produzimos diversos conteúdos em nossa Biblioteca Digital para você investir  em sua jornada financeira.

Um destes conteúdos é o e-book Como economizar dinheiro e começar a investir. Para recebê-lo gratuitamente agora em seu e-mail, é só preencher o formulário a seguir!



#VamosJuntos

Ana PaulaAna Paula Tralback é Head de Educação Financeira na Terra Investimentos. É graduada e Mestre em Economia pela Universidade Estadual de Campinas com MBA em Finanças e controladoria, MBA em Gestão de Produção Industrial e MBA de Metodologias de Educação à  Distância. Recentemente cursou Transformação Digital no MIT (Instituto de Tecnologias de Massachusetts) e estuda MBA em Estratégias de Marketing pela ESPM. São mais de 15 anos de experiência em Educação em grandes grupos de ensino superior, MBA e pós-graduação.


Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Deixe um comentário

Blog Terra Investimentos

Posts Relacionados