Blog

Blog >> 5 dicas para investir com pouco dinheiro

5 dicas para investir com pouco dinheiro

Aprenda a investir com quantias a partir de R$ 30.

Muita gente ainda acredita que só é possível investir com quantias exorbitantes de dinheiro. Hoje, com o assunto cada vez mais difundido, muitos estão mudando a percepção.

Nesse sentido, focar na educação financeira com planejamento e estabelecimento de metas pode ajudar bastante durante o processo. Levando em conta essas informações, desenvolvemos um artigo com algumas dicas para investir com pouco dinheiro. Confira a seguir.

Como começar a investir com pouco dinheiro?

Antes de mais nada, é preciso organizar seus objetivos e elencar metas. Portanto, antes de escolher onde e como investir, é preciso manter atenção nos seguintes pontos: 

  1. Defina onde deseja chegar

O primeiro passo na sua jornada de investimento e ascensão econômica, deve passar pela elaboração de estratégias. Para tanto, você precisa definir onde quer chegar, ou seja, é necessário estabelecer as metas e objetivos que justificarão o investimento. Por exemplo, a finalidade pode ser uma viagem ou a compra de um carro.  

Uma vez estabelecidas as metas, indique um valor médio para conseguir realizá-las. Essa ação vai auxiliar você no momento da escolha do investimento, além de permitir que você monte uma carteira diversificada. 

  1. Opte pelos investimentos para iniciantes

A grande quantidade de informações a nosso dispor pode confundir, em vez de ajudar. Assim, como temos um leque de opções de investimentos, o ideal, para quem está começando é a renda fixa. Geralmente os títulos de renda fixa são emitidos por bancos, empresas ou pelo governo, cuja finalidade é o financiamento de atividades. 

Em relação à sua rentabilidade, pode ser prefixada ou pós-fixada. O título prefixado permite que você saiba a respeito do valor do resgate no momento da contratação. O pós-fixado, por sua vez, só permite o conhecimento sobre o valor na data de vencimento. É importante salientar que os investimentos em renda fixa são de baixo risco. 

  1. Defina o seu perfil de investidor

Antes de começar o seu investimento é preciso determinar o seu perfil de investidor. Para tanto, é essencial que você analise os objetivos e a sua tolerância a riscos. Muitas vezes, até o valor ativo para investir pode auxiliar na definição. 

Dessa forma, aquele investidor que não está aberto a qualquer tipo de risco são considerados conservadores. Já aqueles que estão dispostos ao risco, objetivando maior lucro, são tidos como moderados ou arrojados, a depender do seu nível de tolerância. 

Definindo esse perfil, ficará mais fácil escolher o investimento que esteja de acordo com as estratégias estabelecidas pelo investidor. 

  1. Monte a sua reserva para emergências

     

Como já foi dito, a educação financeira é crucial para quem deseja investir. E uma reserva para emergências é fundamental, pois sempre estamos vulneráveis a imprevistos. Assim, aqueles investimentos com liquidez diária, ou agilidade no resgate e prazos menores são as melhores opções para quem deseja fazer um fundo emergencial. 

Os fundos de Investimento em renda fixa e fundos de Investimento DI se constituem ideais para essa finalidade. E, para quem não conta com muito dinheiro, estão disponíveis diversas opções a partir de R$ 100.  

  1. Diversifique

Uma importante dica é não concentrar seu dinheiro em apenas um lugar. Mesmo que você esteja apenas começando no mundo dos investimentos, deve diversificar as suas aplicações a fim de gerar um melhor retorno. Lembre-se que para escolher o investimento que atenda às suas estratégias, deve sempre considerar o cenário econômico do país, seus objetivos e seu perfil investidor. 

investircompouco-dinheiro-blog-terrainvestimentos

Quais as opções de investimento para quem tem pouco dinheiro? 

Agora que sabemos quais as ações devem ser executadas antes de começarmos a investir nosso dinheiro, traremos algumas opções de aplicação que poderão trazer grandes vantagens para a sua vida financeira. Confira: 

CDB 

CDB significa Certificado de Depósito Bancário, trata-se de um dos investimentos mais populares, junto à poupança. O CDB é um título emitido pela instituição bancária com a intenção de captar recursos. Ou seja, é um “empréstimo” que você faz ao banco. A instituição devolverá o valor com um acréscimo que varia de acordo com o vencimento do título. 

Tanto os grandes bancos, como os menores oferecem esse tipo de investimento. E o valor mínimo para contratá-lo depende da instituição, podendo ser encontrado com aplicação inicial de R$ 100. 

Fundos de investimento 

Esse tipo de investimento é muito vantajoso pois oferece alternativas para pessoas de diversas rendas. Portanto, é possível investir com apenas R$ 50, por exemplo. No entanto, existem fundos de investimentos que comportam apenas aportes mais elevados. 

Para fazer a escolha certa, é ideal que você pesquise antes de escolher um fundo, optando sempre por aquele que esteja mais próximo do seu perfil e capacidade financeira. Isso porque são inúmeras as opções com estratégias e prazos diversificados. 

Títulos públicos do Tesouro Direto 

Esse tipo de investimento também é bastante acessível, sendo possível fazê-lo com valores a partir de R$ 30. Ou seja, praticamente qualquer pessoa com CPF e uma conta em uma corretora de investimentos habilitada pode optar por essa aplicação. 

Na plataforma do Tesouro Direto, podemos verificar três tipos de papéis: 

  • Tesouro Selic, em que o seu rendimento segue a alteração da taxa básica de juros (Selic);
  • Tesouro Prefixado, cuja rentabilidade é prefixada; 
  • Tesouro IPCA+, em que a sua remuneração é formada pela variação do IPCA (índice oficial que afere a inflação) do período em que a transação foi realizada, somada à taxa de juros do instante da compra do título. 

Ações 

Muita gente acha que investir em ações pode ser algo muito oneroso. Mas esse pensamento é equivocado porque não existe um valor mínimo para essa aplicação. Além disso, você pode investir a partir de diversas alternativas, como essas: 

  • Compra de ações de modo direto, escolhendo uma a uma;
  • Investimento utilizando um fundo de ações; 
  • Aplicação no mercado de bolsas por meio de ETF (Exchange Traded Fund), ou fundo de índice;
  • Investimento por intermédio dos clubes de investimento (investimento coletivo). 

Por muito tempo acreditou-se que fazer um investimento era algo acessível apenas às pessoas que possuíam muito dinheiro. Hoje, com o fácil acesso à conteúdos educacionais referentes a aplicações financeiras, cada vez mais pessoas estão investindo com menos.  

Desse modo, a Terra Investimentos pode ajudar você, pois atua na intermediação, negociação, originação e distribuição de produtos de renda fixa, renda variável, títulos públicos e privados, fundos de investimentos, derivativos, serviços fiduciários, assessoria de investimento, câmbio, entre outros voltados a pessoas físicas e clientes institucionais. 

No entanto, para que investir com pouco dinheiro em algo que dê um retorno considerável, você deve manter uma organização financeira, traçar as suas metas e verificar qual opção melhor atende o seu perfil. 

Gostou do nosso artigo? Então, amplie seu conhecimento com este e-book como economizar dinheiro e investir

investircompouco-dinheiro-blog-terrainvestimentos-1Ficou com alguma dúvida?

Não se preocupe! Você pode contar gratuitamente com nossa ajuda para esclarecer todas suas dúvidas sobre investimentos. Preencha o formulário abaixo para que um especialista entre em contato com você em breve!  



#VamosJuntos

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Deixe um comentário

Blog Terra Investimentos

Posts Relacionados