Blog

Blog >> Qual a diferença entre banco e corretora de investimentos?

Qual a diferença entre banco e corretora de investimentos?

Cada vez mais, as corretoras de investimentos ganham espaço e conquistam clientes no mercado financeiro brasileiro. No entanto, apesar da atual relevância dessas instituições, muitas pessoas ainda não sabem exatamente qual a diferença entre banco e corretora.

Do ponto de vista legal e regulatório, tanto bancos quanto corretoras de investimentos se submetem às normas do Sistema Financeiro Nacional. Ou seja, ambos sofrem a supervisão e fiscalização de órgãos como a CVM (Comissão de Valores Mobiliários) e Banco Central do Brasil. A diferença entre banco e corretora está basicamente na forma com operam cada uma dessas instituições, e é isso o que veremos a seguir.

Diferença entre banco e corretora de investimentos: entenda

Conheça agora os principais aspectos que diferenciam bancos e corretoras de valores:

Serviços oferecidos

A primeira diferença entre essas instituições está nos serviços que oferecem ao público. Nesse sentido, os bancos atuam em diversos segmentos que englobam investimentos, empréstimos, seguros, cartões de crédito, contas a pagar e receber, entre outros.

Por sua vez, as corretoras têm foco nos investimentos dos clientes. Nessas instituições, você encontrará especialistas que se dedicam exclusivamente a estudar o mercado para avaliar e selecionar as melhores opções para a sua carteira.

Variedade do portfólio

Outra grande diferença entre banco e corretora está nos produtos disponíveis aos clientes. Em um banco, além de títulos do Tesouro Direto, você normalmente só encontrará ativos de emissão da própria instituição, como CDBs, LCIs e LCAs, por exemplo.

Já as corretoras oferecem uma variedade de produtos muito maior pois, diferentemente dos bancos, elas não emitem os títulos que negociam. Em vez disso, funcionam como uma vitrine de investimentos, que disponibilizam opções de várias instituições financeiras.

Em outras palavras, em uma corretora você encontra dezenas de investimentos de diferentes bancos. Com diversas opções à disposição, as suas chances de encontrar a melhor rentabilidade acaba sendo bem maior do que nos bancos.

Tipo de atendimento

Como vimos, os bancos atuam em diversas frentes financeiras. Ao mesmo tempo que o seu gerente cuida dos seus investimentos, ele precisa vender seguros, empréstimos e outros produtos da instituição. Por isso, o foco desse profissional não está no atendimento das necessidades dos clientes. Em vez disso, o compromisso maior é negociar o portfólio completo da instituição.

Por outro lado, os profissionais que atuam nas corretoras não têm esse compromisso de exclusividade com o portfólio de uma instituição financeira. Como vimos, as corretoras reúnem investimentos de diversas instituições. Logo, o assessor de investimentos de uma corretora sempre oferecerá as opções mais rentáveis ao público.

Lembrando que, pelo fato de lidarem com vários produtos ao mesmo tempo, os gerentes dos bancos acabam sendo generalistas. Ao passo que uma corretora de investimentos possui profissionais certificados para auxiliar o cliente na escolha dos ativos. Dessa forma, pode-se dizer que uma corretora oferece suporte mais especializado para os investidores.

Risco

Um dos receios dos investidores é com o que acontece com seus investimentos no caso de um banco ou de uma corretora falirem, e isso é mais do que genuíno.

No caso dos bancos, os investidores de alguns títulos de renda fixa contam com a proteção do FGC (Fundo Garantidor de Crédito). O FGC é uma instituição privada, sem fins lucrativos, criada especificamente para garantir que o investidor seja ressarcido no caso de falência da instituição financeira.

Se um banco vier a quebrar, o FGC garante ao investidor o ressarcimento de até R$ 250 mil por instituição financeira, até o limite de R$ 1 milhão. Ou seja, se você tiver até R$ 250 mil investidos em quatro instituições, terá a segurança de receber todo o seu dinheiro nessa situação.

Em relação às corretoras de investimentos, não existe a proteção do FGC. Mas não é por esse motivo que o risco de investir nessas instituições possa ser maior do que em bancos. Lembra que, no início, falamos que as corretoras são vitrines de investimentos? Isso significa que elas apenas fazem a intermediação entre os produtos que oferecem e os investidores. Logo, se você adquire um CDB em uma corretora, o seu risco será o da instituição que emitiu o título.

Quando uma corretora capta recursos para investimentos, ela é obrigada a registrar esses recursos em uma central de custódia. Por sua vez, a função da custodiante é garantir a validade dos ativos, registrando-os em nome do investidor.

Assim, caso uma corretora de investimentos venha a falir, o dinheiro do investidor continuará protegido pela central de custódia.

Mas afinal, o que é melhor? Banco ou corretora de investimentos?

Como vimos, os bancos oferecem um portfólio diversificado em relação aos tipos de serviços. Se além de investimentos o cliente desejar ter acesso a financiamentos, serviços de pagamento, seguros, capitalizações, tudo na mesma instituição, são os bancos que atenderão a esse propósito.

Por outro lado, se o objetivo for exclusivamente investimentos, em uma corretora haverá muito mais opções disponíveis. Além disso, as corretoras acabam sendo mais democráticas e acessíveis do que os bancos, pois mesmo o pequeno investidor consegue acessar os títulos mais rentáveis. No caso dos bancos, normalmente as melhores rentabilidades estão reservadas aos grandes clientes, que possuem mais dinheiro investido.

Outra diferença entre banco e corretora de investimentos são as taxas praticadas por cada uma das instituições. Pelo fato de possuírem estruturas mais enxutas, as corretoras conseguem oferecer taxas mais competitivas. Dessa forma, isso acaba se refletindo no ganho final da aplicação para o cliente.

Para quem só quer investir, as corretoras são a melhor opção!

Por tudo o que vimos até agora, deu para entender que, para o investidor, as corretoras são melhores do que os bancos, certo?

Nesse sentido, nós destacaríamos três principais vantagens das corretoras de investimentos:

1 – Custo zero para abertura e manutenção de conta;

2 – Plataforma de investimentos muito mais completa;

3 – Assessoria mais qualificada e mais próxima do cliente, pois os assessores de investimentos têm um número bem menor de clientes do que o gerente do banco.

Mostra simple das vantagens da corretora

Você sabe como funciona uma assessoria de investimentos?

O assessor de investimentos é o profissional da corretora de investimentos que orienta o cliente na escolha dos ativos para a carteira. Para prestar esse serviço, ele possui certificações específicas e experiência comprovada em alocação de recursos.

O primeiro passo da assessoria de investimentos na orientação ao cliente é conhecer o seu perfil de investidor. A partir disso, fará a análise e seleção das alternativas mais adequadas aos objetivos financeiros de cada um.

Lembrando que o perfil de investidor pode mudar (e normalmente muda) com o passar do tempo. Nesse sentido, é preciso considerar as mudanças da conjuntura econômica quando as diferentes fases da vida. Por isso, o assessor faz uma análise dos planos financeiros para o curto, médio e longo prazo. De acordo com os objetivos financeiros de cada uma dessas etapas, serão definidos os ativos que formarão a carteira.

Mas o trabalho da assessoria de investimentos não para por aí. Além de orientar na escolha do portfólio, o assessor acompanha a performance dos ativos. Dessa forma, entende se continuam aderentes aos planos do investidor ou se precisam ser substituídos. Em outras palavras, o assessor cuida do seu dinheiro para garantir o sucesso da sua estratégia de investimento.

Já conhece a assessoria da Terra Investimentos? Que tal saber um pouco mais sobre o nosso trabalho? Preencha o formulário abaixo para que um assessor possa fazer contato com você!

Você já tem uma assessoria de investimentos?

Durante a vida, ocorrem várias mudanças de planos e objetivos financeiros. Além disso, precisamos também acompanhar os movimentos da economia, para que nossa estratégia de investimentos seja sempre eficaz. O assessor de investimentos é o profissional que sempre acompanhará essas transformações. Dessa forma, você tem muito mais chances de ter sucesso em seu planejamento financeiro.

Que tal conhecer melhor a Terra Investimentos? Para isso, é só preencher o formulário abaixo, que um de nossos profissionais especializados fará contato com você em breve!


Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Deixe um comentário

Dúvida entre banco e corretora de investimentos
Blog Terra Investimentos

Posts Relacionados