Blog

Blog >> Como investir e proteger-se da inflação com o Tesouro IPCA+

Como investir e proteger-se da inflação com o Tesouro IPCA+

Título do governo fornece proteção a patrimônio ao ser atrelado à variação de preços, além de rendimento pré-fixado. 

Para novos investidores, as muitas siglas desse universo podem trazer algum estranhamento, mas a verdade é que investir não é um bicho de sete cabeças. Se você deseja entender mais sobre o Tesouro Direto IPCA (conhecido como Tesouro IPCA+), veio ao lugar certo.  

Conheça mais sobre esse tipo de aplicação, que pode trazer muitos benefícios para a sua saúde financeira. 

O Tesouro IPCA+ é, acima de tudo, um título público do Tesouro Direto. Antes de detalharmos esta modalidade de investimento, vamos lembrar como funciona o Tesouro Direto. 

organização financeira ipcaO que é Tesouro Direto?  

O Tesouro Direto é um Programa do Tesouro Nacional desenvolvido em parceria com a B3 para venda de títulos públicos federais para pessoas físicas. 

Lançado em 2002, trata-se de um tipo de investimento muito democrático, que abraça investidores de distintos perfis econômicos, com valor mínimo investido estipulado em R$ 30. Além de acessível, o Tesouro Direto oferece diversas opções de investimento, rentabilidade e liquidez diária, sendo a aplicação de menor risco do mercado brasileiro. 

Há opções com vários tipos de rentabilidade (prefixada, ligada à variação da inflação ou da taxa de juros, a Selic), variados prazos de vencimento e diferentes fluxos de remuneração.  

Agora que já recapitulamos o que é o Tesouro Direto, vamos entender por que o Tesouro IPCA+ tem sido recomendado por muitos especialistas atualmente. 

Conheça mais sobre essa possibilidade abaixo! 

Afinal, o que é Tesouro IPCA+? 

O Tesouro IPCA+ é uma das modalidades do Tesouro Direto, cuja rentabilidade está atrelada à inflação (medida pela variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – IPCA). Mas não é só isso, notou que existe um “mais” em IPCA+?  

E o que esse + significa?  

Significa que esses títulos oferecem rendimento igual à variação da inflação mais uma taxa prefixada de juros. 

Em outras palavras: significa que sua rentabilidade será a soma de dois valores: as variações do IPCA naquele determinado período mais uma taxa fixa acima da inflação (a taxa de rentabilidade real, que você contrata quando faz sua aplicação). 

Vantagens do Tesouro IPCA+ 

  • Garante rentabilidade sempre acima de inflação; 
  • Ideal para investimentos de longo prazo; 
  • Protege o investidor das variações da inflação  

Entendendo a rentabilidade 

Como explicamos, o Tesouro Direto é um investimento de renda fixa. Assim sendo, existe uma regra de rendimento do seu investimento no momento da aplicação. Tal regra determina a rentabilidade no vencimento do seu título.  

Isso torna a rentabilidade final ofertada por títulos atrelados ao IPCA como pós-fixada – já que não é possível delimitar, no momento da aplicação, qual será exatamente o nível futuro da inflação e, consequentemente, qual será o seu retorno. O valor de ganho dependerá da resposta da inflação durante o período do seu investimento. 

Títulos que possuem características de indexadores pós-fixados modificam seus retornos em razão de variáveis da economia, como inflação e taxa de juros. Uma dessas variáveis é, justamente, o IPCA. Por isto, é importante ter em mente que, mesmo sendo renda fixa, o valor aplicado apresentará variações ao longo do tempo.

Qual a importância do IPCA? 

Conforme mencionamos, o IPCA é a sigla para Índice de Preços ao Consumidor Amplo e influencia os valores dos títulos pós-fixados do Tesouro Direto que são atrelados a esse indicador. O índice é medido todo mês pelo IBGE para poder identificar a variação dos preços no comércio. Popularmente, chamamos como “medidor da inflação”. 

Com base neste índice, o Tesouro Nacional corrige o valor do seu rendimento durante o período do investimento – desde que você opte pelo Tesouro IPCA+ ao fazer uma aplicação, evidentemente. 

O impacto da inflação 

A inflação brasileira costuma ser impactada por diversos fatores, entre eles, as mudanças nos preços de itens de consumo do dia a dia. Estes também acompanham o IPCA do momento, já que um aumento de preços na cadeia produtiva pode fazer com que os índices também se elevem, gerando um aumento da inflação e uma diminuição no poder de consumo do brasileiro. 

No entanto, com o Tesouro IPCA+, seu investimento fica protegido contra o poder corrosivo da inflação, um perigo que faz seu dinheiro desvalorizar e reduz seu poder de compra.  

O aumento da inflação pode ser consequência de alguns fatores, como: 

  • Emissão excessiva da moeda 
  • Governo gasta mais do que arrecada 
  • Baixa concorrência em determinado setor produtivo 
  • Inércia por parte da administração federal em controlar o avanço dos preços 
  • Aumento dos custos da matéria-prima para produção 
  • Desvalorização do real no cenário internacional 
  • Crises econômicas 

Em tempos de inflação em alta no Brasil e no mundo, é fundamental pensar em investimentos capazes de superar este indicador. Esta é a razão do Tesouro IPCA+ ser uma das principais recomendações de especialistas no momento.  

Opções de investimento no Tesouro Direto IPCA 

Existem duas alternativas de títulos públicos no Tesouro Direto relacionados à inflação. Em um aspecto geral, são ótimas opções para investidores de longo prazo, que investem com metas pensadas para o futuro. 

Conforme já explicamos, o Tesouro IPCA+ é uma alternativa para investimentos a longo prazo, quando o seu rendimento acompanha o IPCA (taxa de inflação) e mais uma taxa de juros real, acima da inflação. É mais proveitoso quando você permite que esse dinheiro renda até o final do seu investimento.  

Já o Tesouro IPCA+ com Juros Semestral é semelhante ao Tesouro IPCA+, mas conta com o adicional de um recebimento de juros semestral, ou seja, na prática é como se você já antecipasse parte da rentabilidade para ter um dinheiro extra em mãos.  

Tal investimento é uma boa opção para quem deseja contar com uma renda extra a cada 6 meses até o vencimento do título ou quem pretende reinvestir esses rendimentos em outros tipos de aplicações para diversificar sua carteira. 

variação_rentabilidadeComo essas variáveis afetam a minha rentabilidade?

Uma vez que você permaneça com os títulos públicos até a data do vencimento, você poderá receber o retorno correspondente à rentabilidade que foi contratada no momento da aplicação. Em outras palavras, você se beneficia com a taxa real daquele momento somada à inflação do período, até o vencimento.  

No entanto, entre as datas de compra e a do vencimento, o preço do título oscila em razão das condições de mercado, às quais variam a taxa real do seu título – tanto para cima, quanto para baixo. 

E qual o cuidado que você precisa ter? 

Caso você queira encerrar o investimento (isto é, vender o título) antes do prazo acordado, é possível que você receba uma rentabilidade divergente da contratada no momento da compra do papel. E aqui você pode ter ganho ou prejuízo, a depender da variação do índice ao qual ele estiver atrelado – como o IPCA, para exemplificação.  

Deste modo, é de suma importância que você escolha o título público que seja mais adequado ao seu objetivo financeiro e sua necessidade de liquidez. Ou seja, o vencimento do título precisa ser compatível com a data que você deseja realizar o resgate da sua aplicação.  

Este é um ponto de atenção fundamental para evitar eventuais perdas ou prejuízos ao investir seu dinheiro no Tesouro Direto. 

Agora que você já entendeu como funciona o Tesouro IPCA+, considere ler outros conteúdos como esse no nosso blog, para poder compreender melhor sobre os diferentes tipos de aplicação existentes no Tesouro Direto, trazendo novas possibilidades para o seu futuro financeiro. 

Ficou com alguma dúvida?

Não se preocupe!  Na Terra Investimentos, nossa equipe está sempre à disposição para esclarecer todas as suas dúvidas de forma personalizada. Basta preencher o formulário abaixo para que um especialista entre em contato com você. Conte conosco para atingir seu objetivo!  



#VamosJuntos

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Deixe um comentário

Blog Terra Investimentos

Posts Relacionados