Blog

Blog >> CDB DI: o que é e como funciona este título de renda fixa?

CDB DI: o que é e como funciona este título de renda fixa?

Um dos títulos de renda fixa mais populares no Brasil é o CDB DI. Já ouvi falar dele? Neste artigo vamos explicar tudo sobre este tipo de investimento! 

Se você quer investir em renda fixa e está de olho em um CDB (Certificado de Depósito Bancário) já deve ter se deparado com o CDB DI por aí. 

Este tipo de CDB é uma forma de diversificar sua carteira de investimentos e é indicado para quem tem um perfil conservador ou para a parte conservadora do seu portfólio. 

Neste artigo vamos explicar melhor o que é, como funciona e como entender a rentabilidade do CDB DI.

Entenda o que é o CDB DI 

Primeiro vamos lembrar que o CDB, o Certificado de Depósito Bancário, é um título emitido por uma instituição financeira. Assim, de forma resumida, ao comprar um CDB,  o investidor está emprestado seu dinheiro para um banco. Em troca, você recebe uma rentabilidade por este empréstimo. 

Os CDBs podem ser classificados em três categorias. Eles variam, basicamente, em relação a sua rentabilidade (e a qual indicador está atrelado) e ao período de resgate. Vamos conhecê-los. 

  • CDB prefixado: possui uma taxa de juros fixa, que é definida na hora da aplicação. Ou seja, o investidor saberá exatamente quanto irá render seu dinheiro. Exemplo: 8% ao ano. 
  • CDB pós-fixados: o rendimento do título é atrelado a algum índice econômico, como a Taxa Selic, o DI ou IPCA. Assim, a rentabilidade vai acompanhar a variação desse indicador ao longo do tempo. É aqui que se encaixa o CDB DI. Exemplo: 110% do CDI. 
  • CDB híbrido: é uma mistura de pré e pós-fixado. Ou seja, há um percentual pré-estipulado e também uma taxa que varia ao longo do tempo (pós-fixada). Exemplo: CDI + 2% ao ano. 

Desta forma, conseguimos entender que o CDB DI é um título pós-fixado. Ou seja,  a rentabilidade do valor que você irá investir neste título vai variar ao longo dos meses ou anos de acordo com as oscilações da taxa DI. 

Mas o que é a taxa DI? 

No mercado financeiro existem vários indicadores que são usados em diferentes títulos disponíveis. Um desses indicadores é o CDI. 

O CDI é o Certificado de Depósitos Interbancários. Ele acompanha e determina as taxas das operações que acontecem entre os bancos. Ou seja, as próprias instituições financeiras também fazem empréstimos entre si. E esses valores também são atrelados a um indicador, que é o CDI. Assim, a taxa DI é usada para remunerar essas operações que são feitas somente entre bancos. 

Mas o que você, investidor, deve entender é que a taxa DI é muito próxima da taxa Selic – a taxa básica da economia e que é mais popular e conhecida de todos. 

Na prática, existe uma pequena diferença entre a taxa DI e a taxa Selic. Normalmente a taxa DI fica 0,10 pontos percentuais abaixo da taxa Selic. Ou seja, quando o Copom (Comitê de Política Monetária) altera a taxa básica de juros do país, há alteração também na taxa DI, que vai impactar os rendimentos do CDB DI. Mas outros fatores também influenciam esta taxa, como os juros longos (juros DI), a inflação e as expectativas sobre a economia do país. 

A taxa DI é calculada e divulgada pela B3, a bolsa de valores brasileira, todos os dias úteis, com base nas operações de Depósitos Interfinanceiros prefixados.

 

Como identificar a rentabilidade do CDB DI?

Quando você vai fazer um investimento um dos aspectos analisados é o rendimento. Afinal, todos nós buscamos resultados e rentabilidade, certo? 

Então você precisa entender como funciona a rentabilidade de um CDB DI. 

Quando você vê em uma plataforma de investimentos um título como este ele geralmente já apresenta como será a rentabilidade. Exemplo: CDB-DI 106% ou CDB-DI 108%. Ou seja, tomando como base estes exemplos, o título que você aplicou irá pagar 106% do DI ou então 108% do DI. 

Quando um investimento vale 100% o CDI quer dizer que ele está pagando exatamente o valor da taxa DI atual – que é próxima à taxa Selic. Assim, se a Selic está, por exemplo em 10%, um investimento que pague 100% do CDI irá pagar estes 10%. Tomando como base nos exemplos anteriores, o CDB-DI que pagar 106% ou 108% do CDI estará pagando acima da taxa DI ou da taxa Selic. 

Importante destacar também que o rendimento do CDB DI é diário e não mensal – como ocorre com a poupança, por exemplo. 

Se você fizer algum resgate antes do vencimento determinado, o prazo e o percentual de remuneração serão mantidos até o final da operação em relação ao valor não resgatado. 

Mas e o Imposto de Renda? 

Este é um fator que o investidor deve estar de olho – e em todos os tipos de investimentos. 

No caso dos CDBs, o Imposto de Renda utiliza a tabela regressiva. Ou seja, quanto mais tempo você deixar seu dinheiro aplicado, menos irá pagar ao Leão. 

Confira as alíquotas abaixo: 

Alíquota IR / Tempo de aplicação 

  • 22,50% – 0 a 6 meses 
  • 20% – 6 meses a 1 ano 
  • 17,5% – 1 ano a 2 anos 
  • 15% – acima de 2 anos 

Vale destacar que o Imposto de Renda é aplicado sobre a rentabilidade que o investidor terá com o investimento. Ou seja, se você aplicar R$ 20 mil e tiver um lucro de R$ 1 mil, o imposto será cobrado sobre o valor de R$ 1 mil e não sobre os R$ 21 mil final (R$ 20 mil + R$ 1 mil). 

Vantagens de um CDB DI 

  • Preço baixo de entrada: é possível começar a investir em títulos do CDB DI com cerca de R$ 100.  
  • Grau de risco baixo: é um investimento considerado conservador e que pode ser usado para reserva de emergência, para objetivos de curto prazo ou ainda para quem tem um perfil conservador. 
  • Melhor do que a poupança: é um título de renda fixa que rende mais do que a poupança – e ainda tem rentabilidade diária. 
  • Resgate fácil: há diversas opções no mercado com possibilidade de resgate rápido, ou seja, alta liquidez para você ter o dinheiro em mãos. 
  • Proteção do FGC: o Fundo Garantidor de Crédito é uma instituição que assegura a restituição do dinheiro do investidor (em renda fixa) de até R$ 250 mil caso uma instituição financeira vá à falência. 

Ficou com alguma dúvida?

Não se preocupe! Você pode contar gratuitamente com nossa ajuda para esclarecer todas suas dúvidas sobre investimentos. Preencha o formulário abaixo para que um especialista entre em contato com você em breve!  



#VamosJuntos

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Deixe um comentário

Blog Terra Investimentos

Posts Relacionados