Assine e receba nossos artigos Assinar

Está sem tempo para começar a investir? Ou essa não é sua prioridade no momento? Confira neste artigo a importância de começar a investir o quanto antes!

Se você está planejando o seu futuro, com certeza já pensou em começar a investir, certo? Afinal, para garantir a independência financeira, nada melhor do que começar cedo o planejamento dos investimentos.


Mas a gente sabe que muitas pessoas sempre adiam esta decisão dia após dia. E um dos principais motivos para procrastinar esse início pode ser, justamente, a falta de tempo para investir.

Mas será que isso é verdade? Será que o problema é a falta de tempo ou são as nossas prioridades? 

Você já parou para pensar no tempo que gasta nas redes sociais ou fazendo maratonas dos seus seriados favoritos? Dá até medo de contabilizar esse tempo, não é mesmo?

Post_Citação_Carlos_Slim-1

Pensando nisso, preparamos este artigo com algumas dicas para mostrar que começar a investir pode ser bem mais fácil do que se imagina. Mas, para isso, a gente precisa se livrar de crenças erradas e ter muito foco e disciplina.

Vamos lá?!

Dica 1: Você não precisa de muito dinheiro para começar a investir

Quando falamos de investimento, muitos pensam que é necessário uma boa quantia para iniciar, no entanto, isso só atrapalha quem está querendo começar a investir.

Na verdade, o raciocínio deve ser o oposto. Investir é um hábito, pois exige disciplina. E é muito mais fácil você cultivar bons hábitos se começa cedo a trabalhar neles.

Há algumas modalidades bem acessíveis para o pequeno investidor. Os títulos do tesouro, por exemplo, são alternativas para quem deseja começar a investir com poucos recursos.

Dependendo da modalidade escolhida, os valores mínimos vão de R$ 50 a R$ 110 e é muito fácil e rápido investir no Tesouro. Basta você ter uma conta em um banco ou corretora e poderá investir por meio da própria instituição, pelo portal do Tesouro Direto ou pelo APP do órgão.

Alguns CDBs e fundos de investimento também estão disponíveis a partir de valores baixos para começar a investir. Troque uma ideia com a sua instituição financeira, ela poderá acompanhar a sua situação e indicar o melhor caminho!

Confira nosso Guia do Investimento para saber mais!

Dica 2: Organize as suas contas!

Para que você consiga ter o controle dos seus gastos, é necessário conhecê-los e organizá-los. Portanto, crie o seu próprio controle de gastos, em uma planilha ou mesmo por escrito. Não importa o método que utilize, contanto que faça isso com regularidade, todos os meses.

A gente já falou aqui no blog sobre a regra dos 50 – 30 – 20. É bastante simples e pode lhe ajudar a organizar as suas despesas e economizar. Se você não se lembra, vamos explicar novamente.

Segundo essa regra, você deve separar o seu dinheiro nas seguintes proporções:

  • 50% deve atender às necessidades básicas, de moradia, alimentação, saúde, transportes e tudo aquilo que é de primeira necessidade;
  • 30% você pode reservar para seus gastos pessoais, como compras e lazer;
  • 20% é o dinheiro que você reservará para os seus planos financeiros (investimentos, reserva para aposentadoria e por aí vai). 

Utilizar essa regra ajudará você a organizar os seus gastos. Logo, ficará mais fácil sobrar dinheiro para começar a investir.

Veja nosso passo a passo para começar a investir!

Ações - Dicas para o investidor: Baixe grátis

Dica 3: Trace metas de curto, médio e longo prazo para os seus investimentos

Outra coisa importante é você fazer planos para os seus investimentos. Se você traça objetivos, fica muito mais fácil fazer com que sobre algum dinheiro todos os meses.

Para fins de planejamento financeiro, considere curto prazo o período de até dois anos. Nas aplicações de curto prazo, a liquidez (ou seja, a disponibilidade do dinheiro) é muito importante. 

Dessa forma, para guardar dinheiro para planos até dois anos, o ideal é que você procure os investimentos que ofereçam a melhor rentabilidade no menor espaço de tempo. Normalmente, essas são as aplicações mais conservadoras, como CDBs, títulos do Tesouro e alguns fundos de investimento.

Já para aqueles planos de dois a cinco anos, considerados de médio prazo, você não precisa ter tanta preocupação com a liquidez. Logo, pode procurar alternativas mais rentáveis, como:

Por último, para os seus projetos de longo prazo (acima de cinco anos), você também pode optar por investimentos que necessitam de mais prazo. 

Lembre-se da relação entre risco e rentabilidade: quanto maior a sua disposição para correr riscos, mais chance terá de rentabilizar o seu patrimônio. E, no longo prazo, essa relação costuma funcionar muito bem.

Dica 4: Conte com uma assessoria de investimentos

Por fim, para te ajudar a começar no mundo dos investimentos, nada mais adequado do que uma boa assessoria de investimentos.

Esses profissionais são qualificados e experientes e podem ajudar você a tomar as melhores decisões sobre como aplicar o seu dinheiro. Além disso, eles sempre estarão bem informados sobre os acontecimentos no mercado financeiro — o que te dará mais segurança e otimizará o seu tempo na hora de investir.

A Terra Investimentos está no mercado há mais de 20 anos e é uma das maiores corretoras independentes do Brasil. Conta com o melhor time de especialistas, sempre prontos para assessorar o cliente com a máxima independência e excelência.

Alguns dos diferenciais que a Terra Investimentos oferece são os seguintes:

  • Proximidade: os assessores de investimentos são próximos e proativos, sempre atentos às necessidades dos clientes.
  • Personalização do atendimento: o trabalho da Terra Investimentos é isento e imparcial, feito sob medida para cada perfil de cliente. Isso faz com que a carteira de investimentos atenda às necessidades e aos objetivos de cada um.
  • Melhor seleção de investimentos: os assessores da Terra orientam você para que tome as melhores decisões na hora de investir. Dessa forma, ajudarão você a planejar o melhor caminho para atingir seu objetivo mais rápido — de acordo com as suas necessidades em termos de retorno, liquidez e tolerância a risco.

Abra já a sua conta na Terra Investimentos e comece a investir contando com  nossa assessoria especializada!

Comentários

Últimos posts

Terra Investimentos

Sobre a Terra Investimentos

Com duas décadas de história, a Terra Investimentos conquistou a liderança no mercado agro e expandiu sua atuação no mercado financeiro e de capitais.

Atuamos na intermediação, negociação, originação e distribuição de produtos de renda fixa, renda variável, títulos públicos e privados, fundos de investimentos, derivativos, serviços fiduciários, assessoria de investimento, câmbio, seguros e previdência, HFT (High Frequency Trading), entre outros voltados a pessoas físicas e clientes institucionais.

Assine nossa newsletter