Assine e receba nossos artigos Assinar

Se você deseja independência financeira para ter segurança, tranquilidade e liberdade, estas dicas vão te inspirar na conquista deste objetivo!

Para quem valoriza a liberdade de planejar a própria vida, a independência financeira é uma conquista muito importante. E quanto antes você começar a trabalhar por ela, mais cedo seus planos se concretizarão.

Afinal, o que é necessário para ter a tão almejada independência financeira?

Existem muitas formas de se atingir este objetivo e todas são importantes! Sabendo que todas exigem planejamento e disciplina, elaboramos algumas dicas sobre boas práticas que você já pode adotar na sua vida financeira. Vamos a elas!

1) Gaste menos do que você ganha

A primeira dica parece óbvia, mas é justamente uma das principais dificuldades de quem começa a planejar a independência financeira. 

Diferentemente do que muitos pensam, você não precisa ter um salário alto para investir (aliás, vale muito conferir depois nosso  Guia Definitivo: como guardar dinheiro e começar a investir).

Uma boa dica para começar a guardar dinheiro é aplicar a regra dos 50 / 30 / 20, que funciona da seguinte forma:

  • 50% do que você ganha deve ser reservado para as suas necessidades principais, como: moradia, saúde, alimentação, entre outras;
  • 30% do dinheiro pode ser destinado a compras, entretenimento e gastos pessoais em geral; 
  •  20% do capital você deve reservar para investir.

E quanto antes você começar, melhor! Quando você economiza e investe desde cedo, é muito mais fácil manter esse hábito no decorrer da sua vida.

2) Faça a sua reserva de emergência

Depois de conseguir economizar, a primeira coisa que você deve fazer é formar a sua reserva de emergência.

Como o nome diz, esses recursos serão seu ponto de suporte quando ocorrerem urgências ou imprevistos. Por isso, eles precisam ser aplicados em modalidades de alta liquidez, ou seja, que lhe permitam sacar assim que a necessidade surgir.

Algumas boas alternativas para a reserva de emergência são os CDBs, tesouro direto e fundos de investimento com possibilidade de resgate em D+0 ou D+1, por exemplo.

3) Faça um planejamento financeiro

Formada a sua reserva de emergência, o próximo passo é planejar o que você deseja fazer com o seu dinheiro. Isso é muito importante pois, ao estabelecer objetivos para os seus investimentos, fica mais fácil manter o foco e a disciplina nas aplicações.

Comece dividindo os seus planos em curto, médio e longo prazo. Para fins de investimentos, considere o curto prazo o período de até dois anos, o médio prazo, de dois a cinco anos, e o longo prazo o que for acima de cinco anos.

Se você deseja economizar para viajar nas próximas férias, por exemplo, deve procurar investimentos de curto prazo, que lhe proporcionem liquidez e boa rentabilidade. CDBs, títulos do tesouro e alguns fundos de investimento podem ser boas alternativas.

Já se o seu objetivo for dar uma entrada na casa própria daqui a cinco anos, pode procurar investimentos com menor liquidez, mas que proporcionem mais chances de ganhos no médio prazo. Ações, fundos imobiliários, cambiais, multimercados e debêntures são exemplos de investimentos ideais para o médio e longo prazo.

4) Evite dívidas!

O endividamento é um grande inimigo de quem busca a independência financeira. Muitas vezes, o apelo do consumo e as facilidades de crédito acabam atrapalhando os planos de quem deseja poupar para investir.

É claro que, nem sempre, as dívidas poderão ser evitadas. Mas você pode, por exemplo, evitar o parcelamento do cartão de crédito ou juntar o máximo de dinheiro que puder para dar uma boa entrada no financiamento do carro ou da casa, por exemplo. 

Isso reduzirá os juros da sua dívida, ajudando você a não sacrificar demais as suas finanças.

Modifique seus hábitos

Modificar hábitos de consumo também pode ajudar a conquistar a independência financeira. 

Da próxima vez que for ao supermercado, que tal testar marcas novas em vez daquelas mais caras com as quais você

já está acostumado? Ou trocar o shopping que você costuma frequentar por um outlet, por exemplo? Ou ainda, pensar se realmente você precisa do novo modelo do smartphone recém lançado?

Pequenas atitudes, quando somadas, podem fazer uma boa diferença quando o assunto é economizar. Comece a praticá-las!

Invista em conhecimento

Para que você possa investir com segurança, é fundamental que se mantenha bem informado sobre a economia e o mercado financeiro. Você não precisa ser um expert, nem mesmo da área de economia ou finanças, para saber um pouco sobre taxas de juros e câmbio, por exemplo.

Por isso, busque conhecimento! Além disso, acompanhe as notícias sobre economia e política e tente sempre ficar bem informado sobre o que está acontecendo no mundo. Isso dará a você mais segurança na busca por sua independência financeira.

Conte com uma assessoria de investimentos 

Por fim, uma assessoria de investimentos - a exemplo da Terra Investimentos - pode fazer toda a diferença na conquista da sua independência financeira. Para isso, o primeiro passo é escolher uma corretora de investimentos.

Essas instituições possuem equipes especializadas e experientes. Ao fazer seu cadastro, você responderá algumas perguntas para identificar seu perfil de investidor e, a partir disso, a corretora poderá te orientar na escolha dos investimentos mais alinhados as suas necessidades e objetivos.

Além de orientação personalizada, ao investir com uma corretora você terá autonomia para fazer suas operações, podendo realizar tudo nas plataformas da instituição, sem precisar sair de casa. 

Além disso, uma corretora te dará acesso a investimentos que, na maioria das vezes, você não conseguiria nos bancos tradicionais. Afinal, as melhores opções nos bancos, normalmente, são oferecidas a clientes que já possuem um bom volume de recursos aplicados.

Por fim, as corretoras são alternativas tão seguras quanto os bancos para os seus investimentos. Para poderem funcionar, essas instituições devem ser registradas e autorizadas pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e  também são fiscalizadas por órgãos reguladores competentes como Banco Central, BSM e Anbima.  

Por todos esses motivos, investir com uma corretora pode te ajudar muito no planejamento de sua independência financeira. 

Conheça a assessoria de investimentos da Terra!

A Terra Investimentos atua no mercado financeiro há mais de 20 anos e é uma das maiores corretoras independentes do Brasil. A empresa pertence ao Grupo Ibrahim, sólido conglomerado com 60 anos de atividade nos segmentos imobiliário, financeiro, industrial, de agronegócios e nanotecnologia.

O cliente da Terra conta com a melhor equipe de especialistas, sempre prontos para te atender com  imparcialidade e excelência. Além disso, os assessores de investimentos são próximos e proativos. Por isso, garantem sempre o atendimento mais alinhado às necessidades dos clientes.

Cada cliente tem necessidades e objetivos específicos, por isso prestamos assessoria de forma realmente personalizada.

E então? Que tal dar os primeiros passos no mundo dos investimentos? Abra já a sua conta na Terra Investimentos e comprove a diferença de contar com nossa assessoria de investimentos para esclarecer todas as suas dúvidas e tomar decisões de investimento com mais segurança e tranquilidade!

#VamosJuntos

Comentários

Últimos posts

Terra Investimentos

Sobre a Terra Investimentos

Com duas décadas de história, a Terra Investimentos conquistou a liderança no mercado agro e expandiu sua atuação no mercado financeiro e de capitais.

Atuamos na intermediação, negociação, originação e distribuição de produtos de renda fixa, renda variável, títulos públicos e privados, fundos de investimentos, derivativos, serviços fiduciários, assessoria de investimento, câmbio, seguros e previdência, HFT (High Frequency Trading), entre outros voltados a pessoas físicas e clientes institucionais.

Assine nossa newsletter