Disciplina e planejamento são dois pontos fundamentais para quem quer investir com bons resultados. O que alguns não sabem é que conhecer o perfil do investidor é essencial quando se fala em aplicações.

Você já ouviu falar em suitability? Fique conosco para entender a importância dessa análise quando o assunto é investir com segurança!

Qual a importância do perfil do investidor e como defini-lo?

Todos nós temos características únicas, que nos identificam e apontam para as nossas preferências. Os investimentos também dizem bastante sobre o nosso perfil. 

Os mais conservadores preferem os investimentos mais previsíveis, ao passo que os mais arrojados não se importam em assumir riscos se puderem ter maiores ganhos.

Também chamado de suitability, o perfil do investidor é um questionário que identifica essas diferenças. Através de algumas perguntas é possível conhecer características importantes como o grau de tolerância ao risco, a finalidade dos investimentos e o prazo pretendido para as aplicações.

Portanto, o questionário de suitability é fundamental, principalmente quando o investidor pensa em diversificar seus recursos em aplicações de maior risco, como ações e fundos mais arrojados. Vejamos agora os três diferentes perfis e as aplicações mais adequadas para cada um:

Conservador

O investidor conservador é aquele que prefere não arriscar o patrimônio. Buscará alternativas mais estáveis de investimentos, mesmo que sejam menos rentáveis.

CDBs, Tesouro Direto, Fundos DI e de renda fixa são algumas das opções mais previsíveis em termos de rendimentos e, por isso, adequadas a esse perfil de investidor.

Moderado

Esse investidor também procura segurança, porém já tem uma maior tolerância ao risco do que o conservador. 

Desta forma, consegue traçar duas estratégias: coloca parte de seus recursos em aplicações mais seguras e de menor rendimento e investe a outra parte em ativos que proporcionarão maiores retornos, normalmente no longo prazo.

Portanto, esse perfil de investidor pode investir tanto em renda fixa quando em renda variável como ações, fundos de investimento imobiliário, fundos multimercados, entre outros. O grau moderado se dará pelo volume de recursos destinados a essas categorias.

Arrojado

O arrojado normalmente é mais experiente e seu maior foco está no longo prazo. Por isso, tende a aceitar com mais tranquilidade eventuais oscilações em seus rendimentos ou até mesmo alguma perda do capital investido.

Outra característica desse perfil é o fato de não precisar dos recursos imediatamente. Isso lhe permite aguardar o melhor momento para resgatá-los, de acordo com a rentabilidade.

Entre as opções desse tipo de investidor, a renda variável predomina. Somam-se aos investimentos de perfil moderado as opções, mercado futuro, fundos cambiais, BDRs, entre outros.

O perfil do investidor pode mudar!

Durante a vida, surgem mudanças que definem novas prioridade. O jovem estudante, por exemplo, que poupava para pagar a faculdade, agora já está formado e bem empregado. Logo, já começa a pensar em correr algum risco para ter melhores ganhos. Quem sabe não é esse o momento de tomar coragem e adquirir algumas ações?

Mas, para isso, é importante que o investidor faça, periodicamente, uma reavaliação de perfil. Isso garantirá que as aplicações estejam sempre adequadas às novas necessidades.

E então? Deu para entender a importância do suitability? Assine a newsletter da Terra Investimentos e fique por dentro das nossas novidades!

Comentários

Posts Relacionados

Terra Investimentos

Sobre a Terra Investimentos

Com duas décadas de história, a Terra Investimentos conquistou a liderança no mercado agro e expandiu sua atuação no mercado financeiro e de capitais.

Atuamos na intermediação, negociação, originação e distribuição de produtos de renda fixa, renda variável, títulos públicos e privados, fundos de investimentos, derivativos, serviços fiduciários, assessoria de investimento, câmbio, seguros e previdência, HFT (High Frequency Trading), entre outros voltados a pessoas físicas e clientes institucionais.